quarta-feira, 17 de outubro de 2012

E se eu fosse um dente?

Se eu fosse um dente... Eu seria um Molar, talvez. Um Segundo Molar. Inferior Direito, 47.
Eu não seria um Incisivo Central. Ah não. Aquele a quem todos observam, que precisa estar sempre limpo e branco. Aquele que está à frente dos outros, o mais exibido, o mais ousado. Não.
Também não seria um Incisivo Lateral, nem nenhum dos incisivos inferiores. São eternos insatisfeitos, sonhando em um dia ocupar o lugar do Central, coisa que nunca alcançarão. Se o Incisivo Central um dia precisar ser substituído, será por um elemento externo, artificial, uma prótese, e nunca, nunca um lateral. Eles são os esquecidos...
E o Canino? O Canino é admirável. Um dente forte, grande, com uma raiz única, mas que se garante e se faz suficiente. O Canino destaca-se em sua posição e se torna superior aos seus vizinhos. Eu não seria um Canino...
Pré-molares então... Nem primeiro, nem segundo. Tenho a impressão que os Pré-molares sobram. Tanto que, se houver necessidade de alguém ser removido, o Pré-molar é o escolhido. Sem uma função definida. Apenas mais do mesmo.
Mas os Molares, esses eu seria.  Grandes, resistentes, trabalham em grupo e praticamente dependem um do outro. Normalmente, toda a estabilidade da arcada depende da engrenagem dos molares. Eles funcionam encaixados, como em uma comunidade interdependente. Se eu fosse um 47, nem em sonhos gostaria de ficar sem meu companheiro 46. Eu ia tombar, entortar e até doer sem ele. E meus amigos do andar de cima? (Olá, 16 e 17!!!) O que seria da minha vida sem eles? Extrusão, dor, até mesmo exposição de furca e necrose, quem sabe? 
Ah, e se eu tivesse um vizinho 48, siso, loucão, todo torto... eu não iria me importar de tê-lo me empurrando e até me reabsorvendo um pouco...
Eu seria feliz sendo um Molar. Dividindo os esforços, sustentando o outro, trabalhando em equipe. Assim como somos felizes sendo e tendo amigos.

:)



sábado, 13 de outubro de 2012

"Dor de Dente"

Bom dia!
Espero que todos estejam aproveitando muito o feriadão!
Hoje vim aqui falar e alertar sobre uma coisa muito importante que observo muito no trabalho: a "dor de dente" .
Muitas pessoas só nos procura quando a dor é insuportável e o problema dentário mais complicado de resolver, claro que as vezes um hipersensibilidade dentinária, o famoso dente sensível, também dói muito e o tratamento é mais fácil e a resolução mais tranquila, por outro lado, a maioria não é tão simples de resolver e o tratamento irá demandar mais tempo e ser mais oneroso e sabemos que infelizmente, grande parte dos pacientes acham que ir ao dentista é gasto e não investimento, sim, investimento em saúde.
Portanto, visitas regulares evitam problemas maiores e quando aparecem, são rapidamente sanados.
Prevenção é tudo!
Por isso, quando sentir qualquer tipo de dor, procure logo ajuda profissional, não espere pois o problema pode se agravar e tratamentos podem ser mais demorados. Quanto mais rápido resolver a dor, melhor.
Dores de origem dentárias podem estar relacionadas a outros problemas de saúde como sinusites ou do sistema nervoso ( terminações nervosas, Ok?) por exemplo e, somente o profissional para avaliar e realizar os encaminhamentos adequados.
Cárie também pode causar dor, por menor que seja, e nenhum medicamento irá resolver, somente paliativamente, se não for tratada logo, pode evoluir ( acredite, irá evoluir) para problemas endodônticos, que não tratados, poderá ocorrer fraturas dentárias levando muitas vezes a perda dentária e tratamentos protéticos e implantes serão necessários para manter a estética e a função mastigatória entre outras.
Há vários tipos de dor de origem bucal e dentária e é um assunto muito extenso que poderemos abordar com o tempo e um de cada vez, meu alerta é que qualquer problema relacionado a dor, procure logo um profissional de sua confiança.
Sua saúde agradece!



Obs: Uma linda imagem em homenagem ao Dia da Criança.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

A Irmiga

Há alguns anos atrás, uma reviravolta na minha vida me colocou próxima a uma pessoa que tinha experimentado, há pouco tempo, a mesma reviravolta na sua.
Não foram dias fáceis, mas pude ter, no companheirismo, na serenidade e firmeza de suas palavras a ajuda para aprender a passar por aquilo e iniciar de cabeça erguida uma nova vida. 
Os anos se passaram e o destino, que antes nos aproximara, desta vez nos levou para longe uma da outra. Mas apenas geograficamente. E o que é a geografia para almas que se amam e que compartilham mais que uma amizade?
Não estamos longe. Não nos vemos sempre fisicamente, mas nossas mentes continuam ligadas e nosso coração sabe que, onde estivermos, ainda teremos uma à outra.
Não é fácil escrever para você, Dona Janaína...
Como, meu Deus, expressar em palavras algo que não sabemos explicar? 
Mas foi assim, minha amiga, que você se tornou minha irmã. Irmiga.
E hoje é seu aniversário. E meu coração desejava muito estar com você. E ele está.
Feliz aniversário! Seja feliz sempre, pois sei que é por isso que você luta bravamente todos os dias. E esse "bravamente" é só um dos muitos motivos pelos quais te admiro sem medida.
Te amo!





domingo, 7 de outubro de 2012

Eleições para Prefeito 2012

Hoje é um dia muito importante para todos os brasileiros: vamos escolher quem governará nossas cidades por 4 anos. Parece pouco, mas não é; em 4 anos, o prefeito pode desenvolver a cidade ou estagná-la, temos que escolher pelo candidato que melhores propostas apresentem, verificar seu histórico político.Se forem candidatos a reeleição, o que realmente fizeram para saúde, educação, transporte, saneamento básico, desenvolvimento de empregos e geração de renda, entre outras coisas.
Somos os responsáveis pelo futuro dos lugares onde moramos.
Não venda seu voto!
Interesses particulares só piorarão as condições de vida de todos e, cedo ou tarde, a sua e de sua família.
O TSE fez uma campanha de conscientização sobre a venda de votos e voto limpo, vamos levar em consideração, pois não será válida só para as eleições municipais mas para o País todo.
Vamos escolher também os representantes do legislativo (vereadores) com cuidado, são eles que votarão o que será feito de bom para todos e não para interesse particular dos mesmo.
Propagandas bonitas, são ferramentas de marketing, portanto, cuidado. Muitas delas são só teatro a não mostram a realidade.Atentem para coisas reais e viáveis na sua cidade.
Vamos acordar e fazer um País melhor, começando pela nossa cidade.
Votem consciente!




terça-feira, 2 de outubro de 2012

Saúde Oral na Gestação

A gestação é um tempo lindo e delicado na vida de uma mulher. Nessa época ocorrem diversas alterações no organismo da mulher que podem levar ao aparecimento de problemas dentais e gengivais, como aumento da acidez bucal, aumento da ingestão de alimentos em menor espaço de tempo, mudança nos hábitos alimentares, diminuição nos cuidados com a higiene bucal, principalmente após o parto quando a atenção está mais voltada para a saúde do bebê e alterações hormonais.


Muitas dúvidas surgem, e o desejo de fazer "tudo certinho" sempre está presente nas perguntas que ouço, para garantir que o bebê  que está por vir nasça cheio de saúde. Selecionei algumas dúvidas mais frequentes.

1- Até que ponto o dito popular "a cada filho, um dente" é verdadeiro?
Muitas mulheres imaginam ser normal e esperado perder dentes durante a gestação. Mas perder dentes nunca é normal e nem esperado em nenhuma fase da vida. 

2- Por que a gengiva da grávida sangra?
Todo o corpo da mulher passa por muitas mudanças neste período. Seu organismo fica mais vulnerável devido às alterações hormonais, e o aumento da produção de alguns hormônios pode facilitar inflamações da gengiva. Essa inflamação causa sangramento e inchaço na gengiva, o que pode levar a pessoa a ter medo de higienizar o local, agravando o problema e causando mais inchaço e mais sangramento.
O importante, neste caso, é frisar que não existe gengivite sem placa bacteriana. Isto é, se você é gestante, ou não, só terá sangramento se houver deficiência na higiene: escovação correta e uso frequente do fio dental. Enxaguatórios são auxiliares, e recomendados apenas por causa da presença de flúor.

3- Os dentes da grávida ficam mais fracos porque o cálcio é usado para formar os ossos do bebê?
Não. O que enfraquece os dentes é o consumo exagerado de doces e a falta de higiene. 

4- Uma infecção na boca pode afetar o bebê ainda na barriga?
Sim. A bactérias de um foco de infecção na boca vão para a corrente sanguínea e podem prejudicar o bebê ainda na vida intrauterina, aumentando o risco de parto prematuro.

5- Grávida pode fazer tratamento odontológico?
Recomenda-se que a mulher, antes de engravidar, faça uma revisão e tratamento com seu dentista, para que, durante o período gestacional ela faça apenas o acompanhamento. É prudente adiar toda intervenção em mulheres gestantes, a não ser em caso de dor e problemas na gengiva. O período mais seguro para intervenções é o segundo trimestre.

6- Grávida pode ser anestesiada?
Existem anestésicos especiais e seguros para gestantes, que são diferentes dos anestésicos tradicionais.

7- Grávida pode fazer radiografia?
Não é aconselhável, mas pode desde que utilize um avental de chumbo para impedir a passagem de radiação.

8- Grávida pode comer tudo o que desejar?
Em nome dos conhecidos "desejos", é comum que as futuras mamães aumentem exageradamente seu consumo de açúcar. Isso ocasiona a queda do pH bucal e contribui para descalcificação dos dentes e formação da placa bacteriana, fornecendo o ambiente adequado para o desenvolvimento de novas lesões de cárie.
Além disso, tanto os dentinhos do bebê como seu paladar começam a ser formados muito cedo, por volta da sexta semana de gestação, sendo influenciados diretamente pela dieta da mamãe.

Finalizando:
Se você pretende engravidar, procure seu dentista e resolva qualquer problema existente.
Se você já está grávida, redobre sua atenção em relação à higiene oral e à dieta, e visite seu dentista para que ele a oriente de forma mais próxima e personalizada.


segunda-feira, 1 de outubro de 2012

A Maçã e a Mídia

Olá galera!
Bom dia!
Foi postado ontem em nossa página no Facebook uma imagem que diz tudo e um texto sobre 
a maçã e a mídia. É mais uma orientação para que todos não acreditem em tudo que se passa em propagandas.
Veja abaixo:




"Pacientes, nós dentistas não temos cestos com maçãs dentro da sala de atendimento e usamos equipamentos associados ao conhecimento para fazer diagnóstico da doença periodontal!
Fica o alerta! Não se automediquem!"

Foi postado por Carlos Marcelo Figueredo, e tomei a liberdade de reproduzir aqui.
Fica o alerta que já foi feito neste blog, qualquer alteração que sentir, procure seu dentista, só ele pode avaliar, diagnosticar e tratar  as doenças bucais, nenhum produto que por ventura o paciente usar, sozinho não fará nada e, será um auxiliar no tratamento.
Fique alerta com milagres anunciados dessa forma.
Beijos e boa semana para todos!


domingo, 30 de setembro de 2012

Turma de 69

Hoje quero fazer homenagem a uma turma que se formou no segundo grau no Colégio Miracemense há 43 anos.
É também uma homenagem a minha mãe, já que foi a turma dela.
Ontem, depois de 43 anos de formados, eles conseguiram reunir quase todos da turma, estava presente e foi muito legal ver como ainda existe afinidades entre eles, escutar as histórias, as músicas, as lembranças de quem viu amigos desparecerem na ditadura militar, das festas, dos namoros, da inocência que se vivia na época, os abraços sinceros que há muito não vejo mais. Senti saudades de algo que não vivi.
O tempo realmente não apaga os sentimentos de amizade.
Cantaram , dançaram e me fizeram lembrar que foram de uma geração que mudou o Brasil, sim foi com a luta deles.
Foi muito divertido.
Parabéns a vocês!
Espero poder participar de mais encontro com vocês.

Estavam presentes:

Maria das Graças Alvim Bastos
Deli Lontra da Costa
Auzilene Barbosa Lima
Marocina Veiga Lopes
Gilza Maria Rossi da Costa
Luiz Alberto Martins Azevedo
Sandra Azevedo Tostes
Maria da Silva Fontoura
Therezinha de Sá Borges
Eli Ferreira do Nascimento
Liete da Silva Costa
Solange Maria Garcia da Costa
Regina Cely Leite Ferreira
Maria da Graças Padilha Junqueira
Almir José Tostes Amim
Maria da Graças Ramos Teixeira
Heloísa Helena Monteiro Rodrigues

Aos ausentes, saibam que foram lembrados com muito carinho, mesmo os que já partiram:

Maria Elvira
Criseida
Maria José
Lídia Emília
Maria das Mêrces
João
Roberto
Tchô Tchô
Marília
Kátia
Carmélia
Elenice
Edmar
Sandara
Gardênia

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

A Doença do Beijo

Como se não bastassem tantas e tantas doenças no mundo, ainda há essa tal "doença do beijo"?
Pior que há, pra tirar a paz dos bons beijoqueiros.


A Mononucleose Infecciosa, conhecida como "doença do beijo" é transmitida pelo vírus Epstein-barr, primo-irmão dos vírus do herpes e da catapora (varicela).
Ela afeta principalmente adolescentes e adultos até 30 anos, até porque nessa fase, praticamente toda a população já teve contato com o vírus, a maioria assintomática.
A transmissão se dá pela saliva, principalmente pela troca durante o beijo na boca. Mesmo a maioria não manifestando os sintomas, o vírus fica no organismo.

Sintomas:
  • Febre
  • Dor de garganta, com formação de placas brancas que lembram a candidíase (sapinho)
  • Mal-estar
  • Fadiga
  • Inchaço da pálpebras superiores
  • Gânglios linfáticos do pescoço avolumados e doloridos
  • Podem ocorrer alterações no fígado e baço
O diagnóstico pode ser feito através de um exame de sangue, mas muitas vezes a mononucleose é confundida com uma amigdalite.
O tratamento é sintomático, isto é, somente visando o alívio dos sintomas e o combate à febre e à dor de garganta e repouso.
A regressão da doença é lenta. O mal-estar e a indisposição levam algumas semanas para passar e os gânglios, um ou dois meses para voltar ao tamanho normal.

Notícia ruim:

O Epstein-barr é um vírus que traz consigo certo potencial oncogênico e relaciona-se com o carcinoma de nasofaringe e alguns tipos de linfoma.
Provavelmente, quem se infecta não se livra mais do vírus (assim como no herpes e na catapora). Quem vai definir se esse estado de latência irá evoluir para uma doença proliferativa maligna é o próprio indivíduo, sua genética, e seu sistema imunológico.

Como prevenir:

Não há forma de evitar contato com o vírus, porque ele é eliminado pela saliva do doente por períodos que podem chegar a um ano, um ano e meio ou mais. Isso explica porque é praticamente impossível evitar que, ao longo da vida, a pessoa entre em contato com o vírus e porque a maioria dos adultos tem exames laboratoriais mostrando que já foi infectado.

A fórmula é escolher a dedo com quem você vai trocar sua saliva.

Beijos conscientes a todos!

;)

Para saber mais, leia aqui.


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Cor de Bala

Pronto, chegou a primavera. E com ela as expectativas para o verão.
Aiai, delícia de estação! Sol, cores, calor, roupinhas soltas, leves... Por mim, seria verão os doze meses do ano. Lógico que o inverno tem seu encanto, mas não tem jeito, eu sou do sol e do mar!
Então, já que a primavera chegou, vamos aproveitar pra desabrochar isso aqui, né, que estava hibernando por causa do inverno (ai que desculpa linda!).
Hoje quero fazer um post bem mulherzinha, feminino e fofo. Vamos falar de esmaltes?
Esqueça tudo que você usou no inverno sobre as unhas: cores sóbrias como vinho, cinza e preto terão que esperar até o próximo inverno.
Esse verão vai ser color, vai ser candy: candy colors nazunha, mulherada! 
E candy color é o que, meu Deus? 
Tá vendo essa balinha aqui:


Candy color é isso, cor de balinha. Falar nessa balinha, ela sempre me lembra da minha amiga Janaína, que tem um sério problema - deve ser TOC - com essas balinhas, mas não posso contar pra não estragar a amizade.

Voltando aos esmaltes, vasculhei meu estoque em busca de goiabas, lilases, azuis, verdinhos, amarelos... cores que fizessem jus à tendência e me poupassem de comprar mais esmaltes. Olhem o que eu achei:

Absinto, Colorama/ Sereia, Impala/ Horizonte Azul, Colorama

Grande Atração e Coral Chic, Colorama/ Castelo de Areia, Avon/ Apuros em Miami, Risqué

Cajá Manga, Impala/ Bonequinha Charmosa, Risqué/ Belini, Ana Hickman/ Amarelo Pop Art, Colorama

Jurerê, Ana Hickman/ Momento Penélope e Toque de Penélope, Risqué/ Gaivota e Lavanda, Impala

Lavanda, Colorama/ Charminho Lilás, Risqué/ Inocense, Impala


Minha escolha desta semana foi o Gaivota.
Ainda me assusto com a quantidade de esmaltes que possuo, mas pelo menos não vou passar vontade de bala no verão!

Agora prometo que até o fim da semana faço um post menos fofo, tá.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Receita Para Dente Doente

Achei tão lindo que resolvi compartilhar com o mundo!


Receita para os dentes não adoecerem (super fácil):

1 escova de dentes


Um pouco de creme dental 3 a 4 vezes ao dia, após as refeições


Fio dental e enxaguante bucal para finalizar

Ah, e visitas regulares ao Dentista! 

domingo, 16 de setembro de 2012

Sobre o tempo

O tempo tem a mania cruel de andar rápido demais, passar à nossa frente, não nos esperar e nem sequer olhar para trás e ver a que distância estamos.
Tal qual irmão mais velho, que abandona a mão do pequenino e anda, com seus passos largos e indiferentes sem se dar conta que não conseguirá ser alcançado e muito menos acompanhado.
O tempo não me esperou. Ele foi. Eu fiquei à espera que ele voltasse, me tomasse pela mão e me fizesse acompanhá-lo. Mas ele não voltou, e cá fiquei eu, tal qual o pequenino abandonado a me perguntar como faria para chegar até ele.
Enquanto eu me pergunto, mais ele se distancia. E a cada marca que se mostra no meu rosto, já percebo que me esqueço da menina que fui. Percebo que assim como o tempo, as pessoas passam, as fases passam, os problemas se resolvem, lágrimas e sorrisos se vão e trazem mais lágrimas e mais sorrisos.
Este é o ciclo. Feito de dias e anos. Feito de tempo. Feito de vida. Feito do que se foi e do que há de ser. Feito do hoje, que é a única realidade que o tempo não nos pode roubar.


sábado, 15 de setembro de 2012

Saudades!

Lindo texto sobre um nobre sentimento e uma palavra que só existe no nosso país!

Saudades

Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser...

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês...
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados...
para contar dinheiro... fazer amor...
declarar sentimentos fortes...
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
"I miss you"
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência...

Clarice Lispector
Fonte: Pensador

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

A Mídia e o Creme Dental.

Bom dia!
Hoje vim aqui esclarecer algumas coisas que estão expostas na mídia através de propagandas de cremes dentais.
Vejo pouca TV, isso é verdade, mas ontem, durante o pouco tempo que passei na sua frente, vi, o que já sabia também, várias propagandas de várias marcas de cremes dentais dizendo praticamente as mesmas coisas: se você usar qualquer uma das marcas, estará protegido contra os males bucais por até um milhão de horas ( claro que exagerei! ). Tem pessoas que acham que basta escovar os dentes uma vez pela manhã e uma a noite que durante o dia estará protegido pelo milagroso creme dental, sei disso pois alguns pacientes já me perguntaram se isso é possível.
Outra coisa que vi é a afirmação que basta a escovação para resolver problemas como gengivite ( é verdade, a escovação é importantíssimo para a prevenção de todos males bucais), só que, quando morde-se uma maça e ela fica suja com sangue, o problema pode ser mais grave, portanto, só escovação não vai resolver, sem falar do fio dental e enxaguantes, sem álcool, por favor, que fazem parte da higienização e não podem ser deixados de lado NEVER! A escova dentária não tem capacidade de limpar entre os dentes, portanto sem o fio e enxaguantes, essas áreas não serão limpas e as doenças se instalarão.
Por esse motivo, vou citar alguns pontos das propagandas e tentar explicá-los, vamos lá:



  • Os cremes dentais não protegem por horas: após a alimentação e higienização, o pH da boca cai causando uma desmineralização dentária, os componentes dos cremes vão ajudar esse pH voltar ao normal, remineralizando os dentes e evitando doenças como cáries, isso leva um período de mais ou menos 4 horas, comeu de novo, higieniza de novo, se comer em menos de 4 horas, o pH não normalizará, mesmo que a limpeza seja feita, temos que dar um tempo para que nosso organismo aja.
  • Creme dental sozinho não limpa nada : isso mesmo, quem limpa é a escova, a pasta de dente é tipo um sabão, que ajuda na limpeza e ainda tem flúor, que evita cárie.
  • Creme dental sozinho não resolve problemas de gengiva : sem o fio dental, enxaguante e tratamento profissional, acredite, só escovação não irá resolver, pode usar a marca mais cara de creme dental, não terá resultado. Gengiva sangrando quando morde um alimento, procure seu dentista urgente.
  • Higienização antes de dormir não impede que pela manhã o hálito seja completamente fresco : no caso de não ter nenhuma doença bucal, um leve odor pela manhã é normal, isso ocorre porque durante a noite salivamos menos.
  • Os milhões de problemas bucais são causados por um só problema : Surpresos? Pois é, os problemas bucais que uma boa higienização previne, são causados pela Placa Bacteriana, ela se instala no caso de má higienização, claro que existem outros problemas que nenhum creme dental previne, como o câncer, mas isso é para outra postagem.
Doenças bucais prevenidas pela higienização levam tempo : é, demoram para aparecerem, a cárie pode demorar até 4 anos para ser vista, dependendo do local de instalação, a placa bacteriana demora 48 horas para começar a inflamar a gengiva e mais tempo para que ela sangre como por exemplo, quando morde-se um alimento mais duro, mas isso não significa que pode-se ficar sem fio dental por 48 horas, a prevenção é para evitar a instalação de doenças, depois de instaladas, é mais difícil tratar e, vamos combinar, nada agradável.

De qualquer maneira, sempre que sentir qualquer alteração na boca, procure seu dentista e, faça uma visita regular de 6 em 6 meses pelo menos, assim ele pode resolver os problemas, quando houver, ainda no começo; a cárie pode demorar bastante tempo para ser vista pelo paciente, mas pelo profissional, ela pode ser visualizada mais cedo.
Espero ter esclarecido alguma coisa, em caso de dúvidas estamos aqui.
Um ótimo dia para todos.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Clareamento Dentário

Galera, desculpe a demora pela postagem hoje, mas como prometido, lá vai.
O clareamento dentário é um procedimento muito procurado hoje em dia nos consultórios odontológicos. Com o aumento da preocupação com estética e a exposição da mídia do sorriso perfeito, ter dentes brancos virou mania nacional.
Como sempre dizemos, tenha cuidado quando quiser realizar tal procedimento clínico, é, procedimento clínico sim, portanto, procure um profissional para avaliar clinicamente sua saúde bucal e indicar o melhor tratamento, não compre produtos em internet e tv, por exemplo, que prometem milagres, o resultado pode não ser agradável.
Os produtos usados para fazer o clareamento liberam oxigênio e tem capacidade de penetrar nas amadas mais profundas dos dentes, deixando dessa forma uma tonalidade mais clara, o efeito pode durar 2 ou 3 anos, então uma manutenção deverá ser feita, mas não se preocupe, os dentes não ficarão escuros como antes.
É indicado no caso de escurecimento causado por tratamento endodôntico, traumas ou dentes fisiologicamente escurecidos. 
Deverá ser indicado com certo cuidado para pacientes com hipersensibilidade dentinária, mas a dor é passageira. Em pacientes gestantes, lactantes, com retração gengival não é deverá ser realizado e deve ser evitado em crianças.
Os produtos usados, não fazem mal a saúde, mas é medicamento e por isso deverá ser receitado ( no caso do clareamento caseiro) ou usado por um dentista.
Existem dois tipos de clareamento: o caseiro e o feito em consultório.
O caseiro é mais lento e é feito uma moldeira específica para cada paciente onde, é colocado o gel clareador, com uma concentração pequena do produto, é mais demorado e deverá ser utilizado de 4 a 6 semanas por um período de até 6 horas por dia. Para quem não tem pressa, esse poderá ser o ideal. O resultado será o mesmo e é mais seguro.
O tratamento realizado em consultório é mais rápido, já que o profissional usa uma concentração maior do clareador e uma ativador como o laser. Tem que fazer isolamento absoluto ou proteger a mucosa oral par que não aconteça acidentes como queimaduras químicas.
O que fazer e não fazer durante o clareamento?

Deve fazer:

1. Seguir as orientações do dentista.
2. Utilizar o gel de clareamento durante o período de horas indicado.
3. Observar os dentes diariamente no espelho, monitorando assim o progresso do tratamento.
4. Guardar o dispositivo, para o caso de necessitar de manutenção.

Não deve fazer:

1. Fumar durante o tratamento.
2. Tomar café, chá, vinho tinto, refrigerantes tipo “cola”.
3. Evitar frutas cítricas.
4. Emprestar o produto para outras pessoas, no caso do caseiro.

Lembre-se, os dentes clareiam, mas podem não ficar totalmente brancos, isso porque depende do grau de escurecimento. É aconselhável também, no caso de clareamento realizado no consultório, até 5 sessões, para evitar recessões gengivais e hipersensibilidade.Caso queira dentes mais brancos do que conseguiu no clareamento, pode-se considerar tratamento protético, como facetas de porcelana, como muitos artistas fazem.

Ah! O clareamento não muda a cor de restaurações de resina ou de próteses estéticas como as porcelanas e cerômeros, portanto, se quiser clarear seu sorriso, precisará refazer suas restaurações após o tratamento clareador.


Fonte: Sérgio ScapiniFernando MandarinoClínica 21 de AbrilVya Estelar.

domingo, 9 de setembro de 2012

Voltamos

Olá pessoal!
Estamos de volta!
Depois de um bom tempo afastadas, por vários motivos, estamos retornando ao blog que é uma grande diversão, uma forma de informar e descontrair. Adoramos esse blog!
Hoje só direi que em vamos retornar com nossas postagens e nossa alegria.
Alegria do retorno e rever grandes amigos, os que já temos e os que teremos.
Amanhã te remos uma postagem sobre clareamento, a que prometi, falando em quando fazer o clareamento, ok?
Estamos aguardando vocês.
Um ótimo domingo e um abraço a todos.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Parabéns!!!!!!!!

Hoje é um dia muito, muito feliz, o dia do aniversário da nossa querida e amada amiga Milca Padilha.
Que essa data se multiplique em muitos e muitos anos de pura felicidade e realizações.
O pessoal do blog e eu especialmente te desejamos um lindo e feliz aniversário.
Você sabe, amiga, o quanto te desejo coisas boas.
Parabéns, parabéns, parabéns!!!!!!!
Mais especial ainda por ser na mesma data do dia do amigo.



quinta-feira, 19 de julho de 2012

Cianim

Texto de um grande amigo meu, gostei muito!

- Bora Mimoso, bora Rochedo! Tchô, tchô, tchô!

O carro de boi se arrastava molemente pela estrada. "Boi não tem pressa", costumava dizer o Bastião. O rangido tava um tom melancólico à tarde quente. A parelha ia calma e firmemente, quase não dando trabalho aos dois carreiros, um homem feito e um menino, ambos empunhando longas varas com um ferrão de ferro na ponta. As roupas velhas, esfarrapadas, gastas pelo uso da lida diária. Os gritos dos dois, um muito rouco, o outro muito agudo, eram mais para se sentirem úteis que para apressar a parelha.

O garoto andou um pouco mais à frente e abriu uma porteira. Esperou o carro passar e correu para alcançá-lo. Colocou-se ao lado do adulto, andando rápido para acompanhar as passadas do homem. Devia ter uns doze anos, mas aparentava bem menos. Magro, raquítico, quase que só pele e osso. A carne minguada só servindo para esconder uma ou outra ponta de osso. Era moreno de sol, os cabelos castanho-claros lisos e ensebados. E olhos muito verdes, aguados. Enormes. Era quase só olhos.

- Dodato? Pusquié que a gente morre?

O homem olhou para o garoto, entre divertido e incrédulo. Criança tinha mesmo uma coisa com pergunta difícil!

- Mas quié isso, Cianim? Que bestage é essa? Nóis morre pusque tem que morrê. Ingual boi morre.

- Mas boi morre pra gente cumê, Dodato... ninguém vai cumê nóis....

- Ahh... mas vai... os bicho come nóis, Cianim.

- Cuma?

- Cê chorô? Quando seu pai morreu?

- Que bicho?

O outro bateu de leve a ponta da vara de carrear na barriga do garoto e riu-se.

-As bichas... os verme tudo que mora dend'ocê, Cianim, quando o sujeito morre, elas come nóis e nóis vira terra.
  
- Mas num é nada! Eu num tenho bicha ni'uma! O Otero da butica deu um remédio pra mãe e ela mim deu e eu coloquei as bicha tudo pra fora, tou limpim, limpim!

- Pode inté tá, mas quano a gente morre, a gente vira cumida de minhoca, Cianim.

O moleque baixou a cabeça, pensativo. O carro fez uma curva em um barranco e os carreiros tiveram de usar os ferrões para guiar os bois e não deixar o carro muito próximo da pirambeira. Uns metros mais à frente a estrada abria-se numa planura novamente e eles voltaram a só acompanhar o trajeto. O ritmo monótono e triste do cantar do eixo do carro de boi marcando o passo.

- Cê chorô quando seu pai morreu, Dodato?

- Nem... eu mal tinha nascido. Tinha nem um ano quano ele morreu, quano o caminhão passou em cima dele.

- Cuma? O caminhão matou ele? Cuma?

- Ele tava na carroceria, aí o caminhão virou numa curva e ele caiu, a roda de trás passou em cima dele... morreu na hora.

- Siá Dina chorou?

- Sei lá... deve de ter chorado, ela é mais véia que eu. Mas pusquê cê quer sabê disso, Cianim?

- É que sumana passada eu fui vê o velório do Sô Onófi... aí vi o fio dele, o Crodomiro, chorano... E dizem que ele já inté matou um sujeito na faca, lá na rua das mulé... e ele tava chorano... era o pai dele...

- Né vergonha o camarada chorá não, Cianim. Num pode ficá é de bestage, mas chorá a morte de alguém que nóis gosta, seja gente ou inté bicho, nem é vergonha não. Povo fala que é coisa de mulé, mas quem perde pai, mãe, né vergonha chorá não. É coisa normal. Inté na bíbria tem ôme chorano. Uma veiz lêro isso pra mim.

- Hum.... queria que a mãe e o pai num morresse não, Dodato....

Deodato olhou para o garoto, desarmado pela confissão e pelo tom de voz triste do amigo.

- Mas pusquê, Cianim?

- Ahh... além da farta que cô sinti de'is dois... deve ser muito triste cê vivê toda uma vida só pra virá cumida de minhoca, né não?

Lionel Mota.


terça-feira, 17 de julho de 2012

Dente de Bicho - Parte I

A natureza é mesmo algo maravilhoso. A adaptação de cada ser vivo ao seu habitat e às necessidades de sua espécie é realmente algo único e fascinante de se ver. Até a dentição de cada um varia de forma ideal para cada tipo de alimentação, como vamos ver abaixo. Fiquei tão curiosa sobre isso, e o assunto é tão vasto e, pelo menos pra mim, tão interessante, que vou fazê-lo por partes. Então hoje vou apresentar a dentição de três animaizinhos nada fofos: tubarão, cobra e morcego (prometo animais mais fofos na próxima vez).

Tubarão
A pele do tubarão é muito resistente e separada por diminutas escamas. Perto da boca, essas escamas se transformam em dentes de verdade. A dentadura é formada por seis ou sete fileiras paralelas de dentes (protegidas por dobras de mucosa), que perdem com frequência ao cravá-los em suas presas, sendo logo substituídos por outros. Apesar da dentição perfeita, o tubarão engole a presa inteira, sem mastigar. Depois, o estômago se encarrega de rejeitar o que não é capaz de digerir. Os dentes servem só para segurar a vítima.



Cobras
Para que as serpentes peçonhentas consigam inocular seu veneno, elas precisam ter dentes desenvolvidos para esta função. Seus dentes possuem canais inoculadores por onde o veneno passará ao sair da glândula de veneno até ser expelido ou injetado.
Já as não-peçonhentas possuem dentes maciços, sem os canais inoculadores, e possuem dentes posteriores.


Morcegos
Há uma grande variedade de dentições entre os morcegos, relacionadas às suas linhagens evolutivas e hábitos alimentares. Morcegos frugívoros tem molares e pré-molares largos e fortes, que usam para mastigar a polpa fibrosa de frutos. Morcegos que se alimentam de néctar tem poucos dentes, que são de menor tamanho, já que esses morcegos só bebem líquido. Morcegos hematófagos, por sua vez, tem dentes incisivos bastante grandes e afiados, que usam para fazer cortes precisos e superficiais nas suas presas, das quais lambem o sangue.


       













Espero nunca ter que cruzar com nenhuma dessas dentições na minha frente!
Pesquisei nestes links, e lá tem mais sobre tubarões, cobras e morcegos.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Férias!!!

" O Rio de Janeiro continua lindo..."
Bom, todo mundo precisa de férias uma vez por ano e apesar de já ter vindo ao Rio de Janeiro várias vezes, hoje tive a oportunidade de conhecer o Pão de Açúcar. Quando vierem, não deixe de visitar, a vista é linda e o passeio com a família e amigos pode ser muito divertido. Vocês serão recepcionados por lindos miquinhos, mas não podem alimentá-los.
Lá de cima dá para ver toda a beleza da cidade e chegar a conclusão e confirmar que o Rio é sim uma das cidades mais belas do mundo, mesmo os bairros das zonas norte e oeste precisando de uma repaginada, se a prefeitura fizer obras de revitalização nos bairros da periferia, comer a famosa batata frita de Marechal Hermes vai ficar ainda mais prazeroso.
Vou citar alguns lugares muito legais para conhecer na Cidade Maravilhosa.

  • Cristo Redentor: realmente divino;
  • Pão de Açúcar: vista linda da cidade, dá pra ver o Cristo de lá;
  • Centro Cultural Banco do Brasil;
  • Planetário;
  • Jardim Botânico;
  • Quinta da Boa Vista;
  • As praias da zona sul;
  • Lapa com seu famosos Arcos;
  • Teatro Municipal com sua arquitetura sem igual;
  • Para quem gosta de comprar coisas legais e baratas passem no Saara;
  • Os vários museus e restaurantes.  
Há ainda peças de teatro, shows diversos e melhor, para todos os bolsos.
Para chegarem aos lugares há bastante transporte público: trem, metrô e ônibus, mas procurem  fora dos horários de rush se quiserem tranquilidade e não transporte lotado.








Me apaixonei pela cidade! 

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Herpes Labial

O herpes labial é feio, dolorido e contagioso. E muita gente nem sabe que tem, e acha que é só um "machucadinho" que aparece as vezes.
Pois não é. O herpes é uma infecção viral causado pelo HVS, o vírus do herpes simples. Embora grande parte da população seja portadora do vírus, nem todos são afetados pelo herpes labial, ou seja, você tem o vírus mas ele não se manifesta.

A infecção ocorre usualmente na infância, por exemplo, depois do bebê ser beijado por uma pessoa portadora, como o pai, a mãe ou outro adulto qualquer. O vírus passa através da pele, percorre um nervo e esconde-se numa junção nervosa, até ser reativado.

Vários fatores podem reativar o vírus, tais como:
> resfriado, 
> frio 
> menstruação,
> fadiga, 
> stress, 
> luz solar intensa,
> febre,
> qualquer infecção que diminua sua resistência.
Uma vez reativado, o vírus viaja novamente pelo nervo até a pele, onde causará o herpes labial.

Há quatro estágios para o herpes labial:
01- Estágio do prurido: neste, a maioria das pessoas sabe que está para ter um herpes labial. A pele arde e coça, antes que a ferida apareça. É o momento correto para o início do tratamento.
02- Estágio da bolha: começa com uma pequena erupção em relevo, que incha em forma de vesículas isoladas, ou em pequenos agrupamentos. As vesículas frequentemente são dolorosas.
03- Estágio da secreção: muitas pessoas acham esse estágio o mais embaraçoso e de pior aparência. As vesículas desfazem- se e juntam-se para formar uma grande ferida com secreção. O vírus pode facilmente ser transmitido a outras pessoas durante este estágio.
04- Estágio da crosta: As vesículas começam a secar e sarar. Inicia-se a formação de crosta. Este estágio é muito vulnerável ao toque (crianças particularmente). Se traumatizada, a crosta rachará, provocando dor e sangramento.


O que é importante saber:
> O herpes labial é infeccioso. Lave sempre as mãos depois de tocar a ferida de seus lábios ou após aplicar a medicação.
> O tratamento deve ser iniciado tão logo comecem os primeiros sintomas, assim o surto deverá ser de menor intensidade e duração.
> Evite tocar seus olhos.
> Evite beijar, especialmente crianças.
> Evite furar as vesículas e traumatizar as crostas.
> Evite que outras pessoas usem seus utensílios de comer e beber.
> Evite compartilhar a mesma toalha de banho e rosto com outros membros de sua família.
> Se você tem uma consulta odontológica marcada, faça a gentileza de remarcar. Não insista para ser atendido.

O herpes não tem cura. O tratamento visa diminuir a duração e a intensidade do surto com aplicação tópica de aciclovir. Quando as recidivas são muito frequentes, a imunidade deve ser estimulada para combater o vírus. As causas que reativam o vírus devem ser evitadas e seu médico deve ser consultado.

Fontes: